Retenção urinária

Retenção urinária Sua Saúde

Sobre essa Doença

Sobre retenção urinária

A maioria das pessoas não se sente confortável para discutir problemas de retenção urinária com amigos, familiares e nem com o médico. Mas se você é incapaz de esvaziar sua bexiga, você não está sozinho.

Definição

A retenção urinária é definida como a incapacidade de esvaziar a bexiga completamente ou parcialmente. 1 Sofrer de retenção urinária significa que você pode ser incapaz de iniciar a micção, ou se você é capaz de começar, você não consegue esvaziar completamente a bexiga.


Sintomas

Os sintomas da retenção urinária podem incluir:

  • Dificuldade em começar a urinar
  • Dificuldade em esvaziar totalmente a bexiga
  • Gotejamento ou fluxo de urina fraco
  • Perda de pequenas quantidades de urina durante o dia
  • Incapacidade de sentir quando a bexiga está cheia
  • Aumento da pressão abdominal
  • Falta de vontade de urinar
  • Tensão e esforço para forçar a saída da urina da bexiga
  • Micção frequente
  • Noctúria (acordar mais de duas vezes à noite para urinar)

Causas

Existem duas causas gerais de retenção urinária: obstrutiva e não obstrutiva. Se houver uma obstrução (por exemplo, pedras nos rins), a urina não consegue fluir livremente pelo trato urinário. Causas não obstrutivas incluem músculo fraco da bexiga e problemas nervosos que interferem nos sinais entre o cérebro e a bexiga. Se os nervos não estão funcionando adequadamente, o cérebro pode não conseguir receber a mensagem de que a bexiga está cheia.

Algumas das causas mais comuns da retenção urinária não obstrutiva são:

  • Acidente Vascular Cerebral
  • Parto vaginal
  • Lesão ou trauma pélvico
  • Comprometimento da função dos músculos ou nervos devido à medicação ou anestesia
  • Acidentes que causam lesões no cérebro ou na medula espinhal

A retenção obstrutiva pode resultar de:

  • Câncer
  • Pedras nos rins ou na bexiga
  • Aumento da próstata (Hiperplasia Prostática Benigna) em homens

Diagnóstico

Converse com seu médico sobre seus sintomas e como eles afetam o seu dia a dia. Seu médico fará um diagnóstico com base nos seus sintomas.


Referências

1

National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (NIDDK) Reference Collection

Chapple C., Zimmern P., Brubaker L., Smith, BOK. eds. Multidisciplinary Mangement of Female Pelvic Floor Disorders. 9th Edition. London. England: Cgurchill Livingstone Elsevier Publishing: 2006

Referenced path does not exist