Acidente vascular cerebral

Acidente vascular cerebral Sua Saúde

Sobre essa Doença

Sobre o acidente vascular cerebral

De todas as doenças neurológicas, o acidente vascular cerebral é a maior causa isolada de deficiência em adultos. 1 Se você ou um membro de sua família já sofreu um AVC sabe que o acidente vascular cerebral pode causar espasticidade severa.

Definição

Um acidente vascular cerebral ocorre quando um coágulo sanguíneo bloqueia um vaso ou artéria. Também pode ocorrer se um vaso sanguíneo se romper, interrompendo o fluxo sanguíneo para uma área do cérebro. O acidente vascular cerebral mata as células do cérebro na área imediatamente afetada.

Quando as células do cérebro morrem durante um AVC, a pessoa perde as habilidades controladas pela área do cérebro afetada. Tais habilidades podem incluir fala, movimento e memória. A forma como um acidente vascular cerebral afeta uma pessoa depende da parte do cérebro onde o AVC ocorre e o quanto o cérebro é danificado. 2


Causas

Um acidente vascular cerebral isquêmico é o tipo mais comum de AVC. É causado por um coágulo de sangue que bloqueia ou obstrui um vaso sanguíneo no cérebro. Um acidente vascular cerebral hemorrágico é causado por um vaso sanguíneo que se rompe e sangra dentro do cérebro. “Mini-derrames” ou ataques isquêmicos transitórios (AITs) acontecem quando o fornecimento de sangue para o cérebro é interrompido por um curto espaço de tempo.3


Fatores de Risco

Qualquer pessoa pode ter um acidente vascular cerebral (AVC). No entanto, é possível controlar ou tratar muitos dos mais importantes fatores de risco, incluindo:4

  • Pressão arterial elevada
  • Tabagismo
  • Doença cardíaca
  • Diabetes

Fatores de risco não controláveis incluem:2

  • Idade acima de 55 anos
  • Sexo masculino
  • Origem afro-americana, hispânica ou asiática (ilhas do Pacífico)
  • Histórico familiar com AVC

Sintomas

Os sintomas do acidente vascular cerebral aparecem de repente e podem incluir:4

 

  • Dormência ou fraqueza na face, braço ou perna (especialmente em um lado do corpo)
  • Confusão, problemas de fala ou compreensão
  • Problemas para enxergar em um dos olhos
  • Dificuldade para andar, tontura, perda de equilíbrio ou coordenação motora
  • Dor de cabeça forte, sem causa aparente

 


Diagnóstico

As seguintes ferramentas de rastreio são as mais usadas para determinar o risco de AVC, mas também podem ser usadas para diagnosticar o acidente vascular cerebral:5

  • Exame físico
  • Exames básicos de laboratório
  • Testes especializados, que podem incluir uma tomografia computadorizada, uma angiografia por tomografia computadorizada (Angio-TC), uma ressonância magnética (RM), e um eletrocardiograma (ECG), ou um ecocardiograma, um ultrassom do coração.

Sobre a espasticidade causada pelo acidente vascular cerebral

Se você sofreu um AVC, pode ser que comece a apresentar sintomas de espasticidade.

A espasticidade é causada por dano ou lesão a uma parte do sistema nervoso central (cérebro ou medula espinhal) que controla o movimento voluntário. Este dano interrompe sinais importantes entre o sistema nervoso e músculos, criando um desequilíbrio que aumenta a atividade muscular ou espasmos.

A espasticidade pode dificultar a movimentação, a postura e o equilíbrio. Ela pode afetar sua capacidade de mover um ou mais de seus membros, ou de mover um lado de seu corpo. Às vezes, a espasticidade é tão severa que atrapalha as atividades diárias, padrões de sono e os cuidados. Em determinadas situações, essa perda de controle pode ser perigosa para o indivíduo.

Referências

1

National Stroke Association. O que é um acidente vascular cerebral. Disponível em:www.stroke.org. Acessado em 04/04/08.

2

MEDLINE Plus. Acidente vascular cerebral. Disponível em: www.nlm.nih.gov. Acessado em 04/04/08.

3

National Institute of Neurological Disorders and Stroke [Instituto Nacional de Doenças Neurológicas e Acidente Vascular Cerebral]. Fatores de Risco para um AVC. Disponível em: www.ninds.nih.gov. Acessado em 04/04/08.

4

Clínica Mayo. Acidente vascular cerebral. Disponível em: www.mayoclinic.org. Acessado em 04/04/08.

Disclaimer

As informações contidas neste site não devem ser usadas no lugar de consultas médicas. Sempre converse com o seu médico para obter diagnósticos e informações de tratamento.