Estenose Espinhal

Estenose Espinhal Sua Saúde

Opções de Tratamento

Opções de Tratamento para a Estenose Espinhal

Existem várias opções de tratamento para indivíduos que apresentam sintomas de estenose espinhal.

Uma vez confirmado o diagnóstico de estenose espinhal, seu médico pode prescrever um tratamento conservador para aliviar os sintomas de dor. Se o tratamento conservador não funcionar, a cirurgia pode ser uma alternativa de tratamento.

Tratamento Conservador

Em alguns casos, as dores na coluna e nas pernas causadas devido à estenose espinhal podem ser tratadas com medicação, injeções de corticosteroides, descanso e fisioterapia. Se os sintomas piorarem, medidas conservadoras podem não proporcionar alívio, levando pacientes a considerarem alternativas mais intensas.


Cirurgia de Descompressão

O procedimento cirúrgico mais frequentemente utilizado em casos de estenose cervical é a foraminotomia cervical. O objetivo deste procedimento é ampliar o espaço do canal espinhal para aliviar a compressão na medula espinhal e os sintomas, tais como formigamento e fraqueza, decorrentes da estenose espinhal.

O procedimento cirúrgico mais frequentemente utilizado em casos de estenose espinhal lombar é a laminectomia descompressiva, às vezes acompanhada de fusão espinhal. Este procedimento envolve a remoção de porções das vértebras, ligamentos e/ou abaulamento do(s) disco(s), que comprimem os nervos e/ou a medula espinhal.


Cirurgia de Fusão Espinhal

Tradicionalmente, utiliza-se um processo cirúrgico chamado fusão espinhal para tratar doenças degenerativas da coluna vertebral. Usando enxertos ósseos e instrumentação, como placas metálicas e parafusos, este procedimento funde duas ou mais vértebras adjacentes. O seu objetivo é estabilizar a coluna vertebral e proporcionar o alívio da dor.

Mais: Sobre a Fusão Espinhal


Espaçador de Processo Interespinhoso

Um espaçador interespinhoso pode ser uma opção para aliviar os sintomas da estenose espinhal. A implantação dos espaçadores é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo. Essas peças são projetadas para permanecerem entre os processos espinhosos de forma permanente, para evitar que os nervos sejam comprimidos. No entanto, elas podem ser removidas.

Já que nenhum osso estruturalmente importante é removido durante o procedimento, o espaçador pode fornecer a você e ao seu cirurgião a opção de considerar tratamentos adicionais em um momento posterior, se seu problema na medula evoluir.

Disclaimer

As informações contidas neste site não devem ser usadas no lugar de consultas médicas. Sempre converse com o seu médico para obter diagnósticos e informações de tratamento.