Diagnostico-27

DIAGNOSTICANDO A HIDROCEFALIA

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico deve ser feito pelo neurologista que normalmente vai fazer uma avaliação clinica e pode determinar se aplica um tratamento com medicação ou uma cirurgia. O neurologista tem a capacidade de identificar em que etapa da hidrocefalia o paciente se encontra. Caso se identifique necessidade de cirurgia, o neurologista encaminhará o paciente a um neurocirurgião.

A hidrocefalia é diagnosticada através da avaliação neurológica clínica e estudo de imagens craniais tais como ultra-sonografia (US), tomografia computadorizada (CT), ressonância magnética (MRI) ou técnicas de vigilância de pressão entre outros.

Avaliação Neurológica Clinica

O tipo de exame neurológico a ser realizado no paciente dependerá da idade do paciente. O Neurologista pode fazer perguntas e fazer testes simples no próprio consultório para avaliar o estado dos músculos, o movimento e bem estar do paciente, além do funcionamento dos sentidos.

Vigilância de pressão intracraniana

Para este tipo de avaliação, é necessário drenar o LCR (líquido cefalorraquidiano) através de uma agulha que é inserida no espaço epidural (espaço entre a dura-máter e as paredes do canal vertebral) ou também conhecido como medula espinhal.

PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS

Existem vários testes de diagnóstico que podem ajudar no diagnóstico da hidrocefalia. Estes mesmos estudos também podem ajudar a avaliar a válvula em caso de mau funcionamento ou infecção.

ULTRASSOM

Um método sofisticado de delinear estruturas dentro da cabeça usando ondas sonoras de alta frequência, o ultrassom só pode ser usado em recém-nascidos com a fontanela aberta, já que se não for assim, o crânio bloqueia as ondas sonoras.

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA 

Varreduras de tomografia computadorizada (TC) usam pequenos feixes de raios-x para delinear o crânio, cérebro e ventrículos. Além de visualizar o tamanho e a forma dos ventrículos, anormalidades como tumores, cistos e outras patologias também podem ser vistas.

IMAGEM DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Imagem de Ressonância Magnética (IRM) é uma ferramenta não invasiva de diagnóstico que usa sinais de rádio e um imã para formar imagens computadorizadas do cérebro e os ventrículos.

CISTERNOGRAFIA  ou TESTE DE INFUSÃO LOMBAR

A cisternografia é um exame que requer a injeção de uma pequena quantidade de material radioativo no líquido cefalorraquidiano. A cisternografia distingue a comunicação da hidrocefalia obstrutiva e determina o fluxo do líquido cefalorraquidiano.

ANGIOGRAFIA

A angiografia é uma técnica especializada na qual um “contraste” é injetado nas artérias que fornecem sangue ao cérebro. Problemas vasculares anormais ou lesões patológicas podem ser detectados com essa técnica.

TESTES NEUROPSICOLÓGICOS

Esta série de perguntas e respostas ajuda a equipe médica a determinar se a hidrocefalia está causando uma diminuição do funcionamento do cérebro.

DRENAGEM LOMBAR CONTROLADA

Uma técnica usada para drenar externamente o líquido cefalorraquidiano. O teste é usado para determinar se um indivíduo com hidrocefalia de pressão normal pode melhorar com o implante de uma válvula.

___________________________________________________________________

Disclaimer

As informações contidas neste site não devem ser usadas no lugar de consultas médicas. Sempre converse com o seu médico para obter diagnósticos e informações de tratamento.