Otites

Otites Sua Saúde

Opções de Tratamento

Opções de Tratamento para Otites

Com otites crônicas, a estrutura física do ouvido, nariz e garganta de uma criança podem ser o problema. Nesses casos, seu médico pode recomendar um dos dois procedimentos: os tubos de ventilação do ouvido ou remoção das adenoides – um amontoado de tecido na garganta superior, por trás do nariz.

A maioria das otites desaparecem sozinhas em alguns dias. É por isso que os especialistas recomendam que os médicos esperem dois ou três dias antes de prescrever antibióticos para certos casos de infecção aguda do ouvido.1

Dependendo da doença do seu filho, seu médico pode recomendar o tratamento médico ou cirúrgico. As otites são a causa mais comum de perda de audição nas crianças, o que pode interferir na aprendizagem e desenvolvimento da fala. Em alguns casos, esta perda de audição pode ser permanente.

Tratamentos Médicos

Se a infecção for bacteriana, seu médico pode prescrever antibióticos (fármacos antibacterianos). Se a infecção for causada por um vírus, antibióticos não vão ajudar. O uso de antibióticos quando eles não são necessários pode ser prejudicial e pode levar ao aparecimento de bactérias resistentes ao antibiótico.2

Seu médico pode receitar analgésicos para que você, ou seu filho, sinta-se mais confortável enquanto o vírus executa o seu ciclo.


Tratamentos Cirúrgicos

Se a otite continua voltando ou dura muito tempo, seu médico pode sugerir a cirurgia.

Os tratamentos cirúrgicos incluem a inserção de um tubo de ventilação do ouvido (tubo de ventilação) no tímpano para deixar o líquido escorrer, ou a remoção de adenoides inchadas ou inflamadas (adenoidectomia), onde as bactérias podem procriar e bloquear a drenagem natural para a garganta.


Referências

1

Diagnosis and management of acute otitis media. American Academy of Pediatrics Subcommittee on Management of Acute Otitis Media. Pediatrics 2004;113(5):1451-65.

2

Centros de Controle de Doenças. Fique Esperto: Saiba Quando os Antibióticos Funcionam. Perguntas Frequentes. Disponível em www.cdc.gov. Acessado em 2 de abril de 2008.

Disclaimer

As informações contidas neste site não devem ser usadas no lugar de consultas médicas. Sempre converse com o seu médico para obter diagnósticos e informações de tratamento.