Incidência, riscos e custos.

A hérnia incisional é uma das complicações da cirurgia laparoscópica mais frequentemente subestimada.2

Está provado que até 5,2% dos pacientes submetidos a intervenções laparoscópicas irão sofrer de hérnias incisionais.4

Um estudo clínico mostrou que essas taxas poderão incrementar até 25,9% três anos após a cirurgia.5

A hérnia incisional tem um custo dispendioso

Por exemplo, só nos Estados Unidos existem: 

~64,000 cirurgias de reparação de hérnias incisionais por ano6 que custam …

~$7,000 por cirurgia7. Isto representa…

~446 Milhões de USD para o Sistema de Saúde.8

Este crescimento nas complicações pode ser evitável

A Cirurgia Minimamente Invasiva (CMI) baseada em técnicas laparoscópicas tornou-se uma alternativa cada vez mais comum à cirurgia aberta tradicional.

Espera-se que, com um número cada vez maior do crescimento das técnicas (CMI), a incidência de hérnias incisionais aumente.11

A recomendação é de encerrar todos os orificios maiores que 10mm.12

Os fatores de risco das hérnias incisionais são:4

  • Encerramentos inconsistentes
  • Uso de trocares de 10mm de diâmetro ou superior
  • Procedimentos cirúrgicos de longa duração
  • Localização do trocarte
  • Idade
  • IMC elevado

Redução de riscos

Todos os defeitos superiores a a 10mm deverão ser encerrados para prevenir a herniação incisional4

Foi provado que o encerramento de 5mm de fáscia em cada lado do trocar reduz o risco de herniação incisional

Uma especial atenção às técnicas de encerramento da fáscia (sutura manual, passadores de sutura e dispositivos de encerramento de fáscia) é importante para que os resultados sejam consistentes.13,14

A NOSSA SOLUÇÃO PARA OS DESAFIOS DO ENCERRAMENTO FASCIAL

Pontos consistentes de 5 mm de margem

Foi mostrado que o encerramento com 5mm de margem do defeito, reduz o risco de hérnias incisionais.13–16,†

O dispositivo de encerramento de fáscia VersaOne™ é um sistema3 tudo em um concebido para encerramentos de fáscia. Permite aos cirurgiões encerrar a fáscia 5mm em cada lado do trocarte.11

O sistema de encerramento de fáscia VersaOne™ mantém o pneumoperitoneu na cavidade abdominal eliminando a necessidade de remoção do trocarte antes do inicio do encerramento, o que proporciona:

  • Eficiência procedimental adicional3,†
  • Facilidade de utilização3
  • † Em comparação com dispositivo de encerramento, passadores de sutur, e suturas manuais da concorrência.

  • 1. Mikhail, Emad & Hart, Stuart. (2014). Laparoscopic port closure. Surgical technology international. 24. 27-33. Helgstrand F, Rosenberg J, Bisgaard T. Trocar site hernia after laparoscopic surgery: a qualitative systematic review. Hernia. 2010;15(2):113–121.

  • 2. Mohan Venkatesh Pulle*, Rahul Siddhartha, Ashish Dey, Tarun Mittal, Vinod K. Malik, Port site hernia in laparoscopic surgery: Mechanism, prevention and management

  • 3. Com base no relatório de validação interna #RE00098009 rev A , DoubleTime VersaOne™ fascial closure system Miami lab VOC report: 13 dos 16 cirurgiões inquiridos concordaram. 28 março 2017.

  • 4. Helgstrand F, Rosenberg J, Bisgaard T. Trocar site hernia after laparoscopic surgery: a qualitative systematic review. Hernia. 2010;15(2):113–121.

  • 5. Comajuncosas J, Hermoso J, Gris P, et al. Risk factors for umbilical trocar site incisional hernia in laparoscopic cholecystectomy: a prospective 3-year follow-up study. Am J Surg.2014;207(1):1–6.

  • 6. Com base na média nacional do Medicare para 2017; reembolso de $6,970 para pacientes de ambulatório; laparoscopia, cirurgia, reparação, hérnia incisional (inclui inserção de malha, quando realizada).

  • 7. Com base em dados internos dos E.U., modelo de mercado de procedimento de reparação de hérnias. 2017.

  • 8. Com base num cálculo de $446 milhões para o número de procedimentos (64.000) multiplicado pelo custo por cirurgia adicional ($6.970).

  • 9. Fullum TM, Lapado JA, Borah BJ. Gunnarsson CL. Comparison of the clinical and economic outcomes between open and minimally invasive appendectomy and colectomy: evidence from a large commercial payer database. Surg Endosc. 2010;28:845-853

  • 10. Fitch, K & Engel, T & Bochner, A. (2015). Cost Differences Between Open and Minimally Invasive Surgery. Managed care (Langhorne, Pa.). 24. 40-48

  • 11. Nadler RB, McDougall E, Bullock AD, Ludwig MA, Brunt LM. Fascial closure of laparoscopic port sites: a new technique. Urology. 1995;45(6):1046-1048.

  • 12. Shaher, Z, Port closure techniques Surgical Endoscopy [Surg Endosc] 2007 Aug; Vol. 21 (8), pp. 1264-74

  • 13. Com base no relatório interno #RE00079705, Fascial closure system bite size verification. 5 nov. 2014.

  • 14. Eid GM, Collins J. Application of a trocar wound closure system designed for laparoscopic procedures in morbidly obese patients. Obes Surg. 2005;15(6):871-873.

  • 15. Muysoms FE, Antoniou SA, Bury K, et al. European Hernia Society guidelines on the closure of abdominal wall incisions. Hernia. 2015;19:1–24.

  • 16. Harris HW, Hope WH, Adrales G, et al. Contemporary concepts in hernia prevention: Selected proceedings from the 2017 International Symposium on Prevention of Incisional Hernias. Surgery. 2018;164(2):319-326.

  • 17. Deerenberg EB, Harlaar JJ, Kleinrensink GJ, et al. Small bites versus large bites for closure of abdominal midline incisions (STITCH): a double-blind, multicentre, randomised controlled trial; Lancet. 2015; 386:1254–1260.

  • 18. Millbourn D, Cengiz Y, Israelsson LA. Effect of stitch length on wound complications after closure of midline incisions: a randomized controlled trial. Arch Surg. 2009;14 (11):1056 – 1059.

  • 19. Sharma MS, Kumar S, Agarwal N. Trocar site hernia- a case series. Indian J Surg. 2012;74(2):189–190. doi:10.1007/s12262-011-0249-y